Paquetá; uma ilha, um bairro.

Entre os poucos lugares do Rio de Janeiro
onde a característica principal é,
ou foi até bem pouco tempo, a tranqüilidade,
um se destaca como um lugar fora do contexto,
como se não fizesse mesmo, parte da cidade.
Lá só podem circular charretes e bicicletas.
As ruas não são asfaltadas para
que se preserve o bucolismo do lugar.
Crônica de Fátima Silva.
Saiba mais:
http://www.jornaleco.net/fatima/textos/paqueta.htm




Deixe um comentário no link abaixo.
0