A Oitava Maravilha





QUANDO A PASSARADA ANUNCIA
A MARAVILHA DE UM NOVO AMANHECER
RELUZ ENTÃO, OH CANDIDA AQUARELA.
ESSA ETERNA PRIMAVERA
QUE ABENÇOA ESSE LUGAR

DESDE OS TEMPOS DOS TAMOIOS.
OS PRIMEIROS HABITANTES, DESSA BELEZA SEM PAR.
QUE EXALA O PERFUME DAS FLORES
DOS CANTEIROS MULTICORES
UM CONVITE PARA AMAR

QUERO CONHECER UM DIA
A FAMOSA MORENINHA QUE INSPIROU O ESCRITOR
QUERO TER MEU CHÃO DE ESTRELAS
ILUMINANDO A RIBALTA COM O SILÊNCIO DO AMOR.

ESTOU SOB O ENCANTO DAS MARÉS
ÁGUAS TRANQUILAS DE YEMANJÁ           BIS
VEM, OH LUAR, VEM PRATEAR.
O NOSSO AMOR A PAQUETÁ.

QUERO ESTAR NA PONTE DA SAUDADE
TENDO A FELICIDADE
DE VIVER NESSE LUGAR
QUEM UM DIA VIU JAMAIS ESQUECE
NA LEMBRANÇA PERMANECE
E MERECE SEU VALOR

POR ISSO TRAGO NO MEU CANTO
AS BELEZAS E OS ENCANTOS
DESSE TÃO PROFUNDO CÉU

OITAVA MARAVILHA
DO MEU RIO ENCANTADOR    BIS
A TI, DEDICO MEU AMOR.

(JORGE CAMBURÃO e ELOY SETE CORDAS)
0