S O S Amazônia - O pulmão do mundo pede socorro







Maravilhado pelo canto do uirapurú

seduzido pelos encantos de jací

do seio da floresta

o bravo indio grita

S. O. S. Amazônia, eu estou aqui!

Que haja consciência entre os povos

para preservar essa imensidão

o verde que encanta a humanidade

gera a cobiça e provoca a devastação



Lindas amazônas guerreiras

a Mãe D’água, Iara, o Rio-mar.

o Curupira, diz a lenda                        

a mata nós devemos respeitar



Sou Garantido, Caprichoso.

na ilha de Parintins

eu sou guerreiro

pela fauna e flora do meu país

com suas dimensões continentais

de solo fértil e rico em minerais

a luz, a geração do terceiro milênio.

com lucidez defenderá essa grandeza

Gigante, és pátria, mãe gentil.

provando o seu amor à natureza



Eu sou São Roque

sou guerreiro, sou valente.

sacudindo a ‘Furquim’                          

contagiando toda gente.



(Jorge Camburão e Sereno)
0