LENTILHAS | Alimentação Saudável e Nutritiva

As lentilhas são leguminosas,

sementes de uma planta cujo
nome botânico é Lens ensculenta.
Crescem em vagens que contêm uma ou duas sementes.

As lentilhas classificam-se conforme
são grandes ou pequenas em tamanho
com dúzias de variedades para
cada uma que se cultiva.
Enquanto os tipos mais comuns
são verdes ou castanhas, as lentilhas
também estão disponíveis nas cores preto,
amarelo vermelho e laranja. Estes discos redondos,
ovais ou em forma de coração são pequenos em tamanho,
muitas vezes menores que a ponta de borracha de um lápis.
São vendidos inteiros ou cortados em metades.



Os diferentes tipos oferecem consistências variáveis,
com os verdes e castanhos retendo melhor a sua forma
após a cozedura, enquanto os outros se tornam
mais macios e pastosos. Embora o sabor difiram
ligeiramente entre as variedades,
apresentam geralmente um denso sabor semelhante a nozes.

São bastante nutritivas no que diz respeito
ao seu contributo para a nutrição humana.
Saiba mais sobre as lentilhas.

Fonte: http://www.alimentacaosaudavel.org/lentilhas.html

Margarita | Drink

A origem do drink possui várias versões.
Entre elas está a história
da norte-americana Margarita Sames
que tinha uma casa em Acapulco
onde vários famosos hollywoodianos
passavam boas temporadas.

Em uma dada festa em que Margarita
fora a anfitriã, ela foi desafiada
a criar um novo coquetel.

Sendo assim, ela misturou o licor cointreau
(feito a base de laranjas),
tequila e suco de limão.



Na época (e até hoje) era costume
tomar a tequila precedida de de uma pitada de sal e,
por isso, Margarita fez um “anel” de limão e sal
em volta da boca do copo. Estava pronta
a mais nova bebida que fora
um sucesso e que ganhou o nome da sua criadora.
Saiba mais sobre o drink Margarita.

Fonte: http://comofas.com/como-fazer-margarita/

Superstições de Ano Novo

Entenda as superstições de Ano Novo


Saiba qual o significado de ingerir uva,
lentilha, entre outros, na virada do ano




Para buscar um ano novo melhor,
vale acreditar em crendices populares,
lendas, religião ou fatos históricos.

Quem nunca comeu lentilha, uva ou romã
depois da virada que atire a primeira pedra.
Mas você sabe o real significado
de cada um desses costumes?
Saiba mais sobre
supertições de ano novo.

Fonte: http://vivabem.band.uol.com.br/receitas/noticia.asp?id=100000564132

Réveillon 2013 | Ilha de Paquetá

Réveillon 2013


Palco Paquetá - Praia da Moreninha

31 de dezembro de 2012

19:00 h. DJ convidado

20:00 h. Osquestra Real Dance
com Luis Camilo e Elson do Forrogode

22:00 h. Grupo Nascente

00:00 h. Queima de Fogos

00:15 h. Marquinhos Sensação

01:30 h. G.R.E.S. Inocentes de Belford Roxo



Hi-fi (Drink)

O Hi-fi é um descendente de um drink
chamado screwdriver,

popular nos bares estadounidenses lá pelos idos de 40.



Só que, enquanto o screwdriver usava
vodka e suco de laranja, o hi-fi é uma
adaptação mais moderna, usando
os desenvolvimentos da industrialização…

Ingredientes:
Vodka
Refrigerante de laranja (Fanta, Sukita, etc)
Gelo

Não tem segredo.
Basta misturar um terço de vodka
para dois de refrigerante de laranja,
encher o copo de gelo,
e beber até o chão fugir aos pés.

Fonte: http://felipedeamorim.opsblog.org/2008/10/04/hoje-e-dia-do-bartender/

Faça a sua magia para o Ano Novo

Magia é a arte sagrada que qualquer
ser humano pode fazer

porque todos já fazemos mesmo sem saber
de manipular os fluidos vitais que nos envolvem,
por meio da ação focada do pensamento,
com objetivos específicos.



Não podemos mistificar ou mitificar
o termo magia, precisamos de
conhecimento e esclarecimento.
Saiba mais sobre
faça a sua magia para o Ano Novo.

Fonte: SOMOS TODOS UM
O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO


Âmbar | Substância Mineral

O âmbar é uma substância que,
desde tempos ancestrais, fascina o Homem,
levando-o a produzir joias e pequenas estátuas.



Ele provém dos arbustos de outrora,
que se erguiam sobre o solo há milhões de anos atrás
e elaboravam uma matéria viscosa
conhecida como resina. Eram pinheiros de regiões
de climas temperados e leguminosas de campos tropicais.

Este elemento tinha uma utilidade, a de evitar
a invasão de bactérias e insetos
na madeira destas árvores. Aos poucos
a resina teve os líquidos e o ar
que a compunham eliminados, o que provocou
um processo denominado polimerização
em seu material orgânico; desta forma
ela se tornou mais rija e se converteu
no que hoje é considerada a substância mineral, mas não cristalina, conhecida como âmbar.
Saiba mais sobre o âmbar.

Fonte:http://www.infoescola.com/geologia/ambar/

Caldo de Mancarra | Prato Típico da Guiné-Bissau.

O caldo de mancarra, conhecido no Brasil
por amendoim,

é um prato típico do dia a dia dos guineenses.



É muito fácil de preparar e gostoso de comer;
a preparação dura no máximo uma hora.

CALDO DE MANCARRA
Ingredientes:
1 frango/Peixe ou Carne
1 cebola grande
1 limão
250g de mancarra
3 tomates vermelhos
100ml de água
Sal
Piripiri

Limpa-se o frango, peixe ou carne e corta-se em pedaços.
Tempera-se com sal, pimenta piripiri e a cebola em rodelas.
Vai ao fogo baixo, com um pouco de água, para cozinhar
— fica quase sem molho. À parte, mói-se o amendoim
num processador ou pilão, o mais fino possível.
Mistura-se os tomates até se tornarem uma pasta.
Acrescenta-se então a água quente e mexe-se
para misturar bem. Passa-se por um coador
e adiciona-se o líquido ao frango.
Ferve-se um pouco para apurar.
Ao retirar do fogo, pinga-se o suco de limão
e deixa-se esfriar um pouco.
Serve como molho para o arroz.
Acompanhe com uma taça de vinho do Porto bem gelada.

Fonte: cumida tipica africana

Romã | A Fruta da Sorte e do Amor

Considerada a fruta da sorte e do amor,

romã é rica em vitaminas e minerais



Algumas pessoas dizem
que ela traz dinheiro,
outras, que é a fruta do amor.
Mas os benefícios da romã
vão muito além das superstições.

Ela é rica em vitamina A
e em vitaminas do complexo B,
além de ser uma excelente
fonte de ferro e cálcio.
Saiba mais sobre romã
a fruta da sorte
.

Fonte: UOL Notícias Saúde

Espumante | Dossiê Espumante

Dez coisas que você precisa saber
sobre a bebida antes de abrir a garrafa




A forma correta e segura de servir um espumante
é colocar a garrafa em um balde de gelo com água,
de trinta a quarenta minutos antes do brinde
Saiba mais sobre o dossiê espumante.

Fonte: http://comida.ig.com.br/bebidas/dossie-espumante/n1237880338719.html

Vinho Espumante

Espumante é um vinho que tem
nível significativo de dióxido de carbono,
fazendo-o borbulhar quando servido.


O Dióxido de carbono resulta de fermentação natural,
seja ela feita dentro da garrafa (Método champenoise)
ou fora dela (Método Charmat).



As borbulhas de CO2 que se formam
durante o serviço são denominadas perlage.
Em alguns lugares do mundo a palavra champagne
é usada como sinônimo de espumante,
o que é vedado inclusive por algumas legislações.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Vinho_espumante

Pakora | Dhaltjies

É um petisco frito encontrado em todo o sul da Ásia.


Pakoras são criados tomando um ou dois ingredientes,
como cebola , berinjela , batata , espinafre,
banana , paneer , couve-flor, tomate, pimenta,
ou ocasionalmente pão ou frango
e mergulhando-os em uma massa
de farinha de grão de bico e depois frita-los.

As variedades mais populares são palak pakora,
feito de espinafre, paneer pakora,
feita a partir de paneer (queijo macio),
pyaz pakora, feito de cebola e aloo pakora,feito de batata.

Quando as cebolas, por si próprias,
são preparados da mesma forma,
eles são conhecidos como cebola Bhajji. Uma versão do pakora
feito com farinha de trigo, sal
e pedacinhos de batata ou cebola (opcional)
é chamado Bariya meio-dia,
tipicamente encontrado no leste de Uttar Pradesh, na Índia.



Pakoras são normalmente servidos como petiscos ou aperitivos.
Na Grã-Bretanha , pakoras são populares como um fast food lanche,
disponível em indianos e paquistaneses restaurantes
para take-out como uma alternativa à batata frita ou kebabs.

Entre os muçulmanos malaios da Cidade do Cabo na África do Sul,
pakoras são conhecidos como dhaltjies,
e geralmente são consumidas como aperitivo durante a iftar,
ou como aperitivos para casamentos,
nascimentos, ou ocasiões semelhantes.
Saiba mais sobre Pakora.

Fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/Pakora

Stolen | Pão Doce Alemão

Como o panetone, o stolen (ou stollen)
é uma massa doce, macia, de aroma cítrico
e recheada com frutas secas e cristalizadas.


Uma receita com cara de Natal que pode
funcionar bem como alternativa
aos famosos pães doces
natalinos de origem italiana.



Diferente do panetone, a versão alemã
tem formato de rocambole,
leva açúcar de confeiteiro na cobertura
e no preparo exige menos trabalho.
Saiba mais sobre o stolen.

Carqueja | O Cha de Carqueja Para Que Serve?

O chá de carqueja tem muitas utilidades
mas devemos começar por perceber o que é a carqueja.




A carqueja, ou Baccharis, tem forma de arbusto,
cresce até um metro de altura
e tem folhas verdes e compridas
e flor amarela que acompanham
as hastes em toda extensão.

Tem como habitat os lugares húmidos,
como as margens dos rios.
Saiba mais sobre o chá de carqueja

Fonte: http://chadecarqueja.com/cha-de-carqueja-para-que-serve

Tradições Natalinas

POR QUE SE COLOCAM SAPATINHOS E MEIAS
NA JANELA OU NA LAREIRA NA VÉSPERA DE NATAL?


A tradição de colocar os sapatinhos
ou a de pendurar as meias junto à chaminé
veio da cidade de Amsterdam na Holanda,
as crianças deixavam os tamancos
(típicos daquele país)
na entrada da porta e os pais deixavam
um presente sobre cada par.



Em Portugal as crianças tinham esse costume.
Deixavam os sapatos à porta,
na véspera do dia de S. Nicolau,
para que este se enchesse de presentes.

Diz a lenda que São Nicolau
teve conhecimento de que três moças
muito pobres não podiam casar-se
porque não tinham dinheiro. Então,
São Nicolau comovido durante a noite,
para não ser visto, atirou moedas de ouro
pela chaminé, as quais foram cair
dentro das meias que nela foram
postas para secar junto ao fogo.

Por esse motivo surgiu a tradição
de se colocar a meia ou o sapato na chaminé,
para que na manhã do dia de Natal
neles fossem encontrados presentes
Fonte: http://anaeducarte.blogspot.com.br/2010/11/tradicoes-natalinas.html

Dry Martini | O Drinque mais Clássico e Pedido do Mundo

Uma dose de gim e cinco gotas de vermute
ou duas doses de gim e uma de vermute?
Limão ou azeitona
? A discussão sobre
a receita original do Dry Martini
– o drinque mais clássico e pedido do mundo –
tem a idade do próprio.

Teria sido inventado em 1910,
no Hotel Knickerbocker, em Nova York,
pelo barman John Martini, para atender
a um pedido do magnata americano John D. Rockefeller,
que desejava algo simples mas diferente.



A partir daí, a mistura ganhou o mundo
como um coquetel excitante, com sabor de viagem
Saiba mais sobre o dry martini

Fonte: http://www.coquetelando.com.br/dry-martini/#

Ceia de Natal | A Origem da Ceia de Natal

Para algumas pessoas, a ceia natalina
está ligada à última ceia de Cristo
ao lado de seus discípulos,
talvez realmente tenha alguma ligação.



Porém, segundo a literatura, a Ceia de Natal
originou-se do antigo costume europeu
de deixar as portas das casas abertas
no dia de Natal para receber viajantes e peregrinos,
e esses, juntamente com a família hospedeira,
confraternizavam aquela data tão significativa
para os cristãos. Para essa comemoração
era preparada bastante comida,
composta por diversos pratos.

Essa tradição foi se espalhando pelo mundo
e cada região acrescentando uma particularidade
local, como, por exemplo, a adição do peru
na ceia norte-americana, peculiaridade que
logo passou a fazer parte
dos costumes de outros países,como no Brasil.

Fonte: http://www.brasilescola.com/natal/ceia-natal.htm

Camomila | Chá de Camomila

A camomila é uma planta muito conhecida
e utilizada, tanto aqui no Brasil
como em outros países, sendo considerada
uma planta medicinal, atuando de diversas
formas no organismo e possuindo
grande importância para a saúde e estética.

A flor da camomila possui um perfume
bem agradável e ela apresenta semelhança
às flores da margarida.



O que muitos não sabem é da necessidade
de que sua colheita seja antes que estejam
completamente desenvolvidas
para que seus benefícios se tornem mais eficazes.
Saiba mais sobre o chá de camomila

Fonte: http://www.infoescola.com/medicina-alternativa/cha-de-camomila/

Tâmaras

As tâmaras, devido ao alto conteúdo
de hidratos de carbono simples
e complexos (72%) constituem
um alimento muito energético
(274 Kcal por 100 gramas de tâmara seca).

São ideais para aqueles que precisam
de muita energia, como crianças e esportistas.



Falando em esportes, as tâmaras
são ricas em potássio
(790 mg por 100 g de tâmara seca),
cobre (0,24 mg), magnésio
(65 mg) y cálcio (59 mg).
Saiba mais sobre as tâmaras

Fonte: http://www.tamaras.com.br/

Ceviche | Prato Simples, Gostoso e Cheio de Tradição

Peça para qualquer peruano
definir seu País e ele vai dizer: ceviche.


Ali, a receita de peixe cozido no limão
durante meros cinco segundos,
temperado com pimenta ardida, cebola roxa e coentro,
é símbolo de um povo que tem a comida como emblema.



Confira curiosidades, dicas de preparo
e diferentes versões do prato
.

Fonte: http://comida.ig.com.br

Pisco | Aguardente de Uva Peruano

Desde mediados do seculo XVI (1574),
os espanhóis começaram a utilizar o nome Pisco

quando os monges da costa intensificaram
a produção do aguardente de uva peruano,
produto que rápidamente se converteu
numa bebida popular por suas características
muito particulares como o fato
de ser incoloro e de ter um alto grau alcóolico.

Uma outra variedade de pisco produzida no Chile,
porém o processo de destilação, componentes
e grau alcóolico é diferente, não correspondendo
à qualidade do pisco produzido no Peru.



Para o pisco do Peru as variedades de uvas
principalmente utilizadas são as denominadas
Quebranta, Uvina, Mollar e Negra para os piscos
"não aromáticos", enquanto que
Albilla, Itália, Moscatel e Torontel
são para os piscos "aromáticos" e uma mistura
de diversas uvas para o que em termos gerais
se chama pisco "acholado". Uma variedade
que se encontra no Peru procedendo à destilação
dos mostos que não terminaram
a fermentação se denomina "mosto verde".
Saiba mais sobre Pisco
aguardente de uva peruano


Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Pisco_(licor)

Tender Suíno | O Que é um Tender.

O tender suíno é à base de carne
selecionada e desossada de pernil.


Por ser defumado, tem um gostinho todo especial
e já vem pronto para o consumo.



O tender é um prato tradicional
das festas de fim de ano
que tem muitas vantagens:
é saboroso, rende bastante e é fácil de preparar.

O que é um Chester?

Desde 1982, quando chegou à fama,
que o Brasil fala de suas coxas e seu peito.

Mas, diferentemente de outras beldades,
o Chester não atrai só admiração mas desconfiança.



Culpa da própria Perdigão, que cria os bichos em segredo,
dando margem a teorias da conspiração. Que fique claro:
o Chester é só um frango. Grande, fruto de 12 anos
de seleção artificial e meio desengonçado, mas um frango.
Saiba mais sobre
o que é um chester

Fonte: http://super.abril.com.br/alimentacao/chester-626343.shtml

Smørrebrød | Comida Típica da Dinamarca

O smørrebrød
é um prato nacional dinamarquês,

que consiste em pratos frios feitos com uma fatia
de pão de forma escuro, denominado rugbrød,
coberta com diversos tipos de recheios,
tais como saladas, frango, atum, pasta de fígado,
rodelas de tomate ou carne de bovino, entre outros.



O smørrebrød nasceu como uma versão mais simples,
contendo apenas queijo ou salsicha como cobertura.

Era levado pelos trabalhadores para o trabalho.
A sua divulgação cresceu na década de 1880,
altura em que pequenos restaurantes
de smørrebrød começaram a aparecer em Copenhaga.

O cardápio mais antigo que se conhece
contendo smørrebrød pertencia
ao restaurante Nimb, em Copenhaga, datando de 1883.

Uma das pessoas famosas que tornaram
o smørrebrød dinamarquês conhecido pelo mundo
foi o negociante de vinhos Oskar Davidsen,
com um menu de 177 variedades de smørrebrød,
no restaurante que abriu em Nørrebro.
Atualmente, a quinta geração
da família Davidsen mantém viva
a tradição dos restaurantes de smørrebrød.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki

Cupuaçu | Fruto de uma Árvore Originária da Amazônia

A árvore que produz o cupuaçu
chama-se cupuaçuzeiro ou cupuaçueiro.


Esta árvore pode chegar a 15 metros de altura.
É uma fruta típica da região da floresta amazônica.
A casca deste fruto é de consistência dura e lisa.
Sua cor é castanho-escuro, quase preta.



A época desta fruta é de janeiro a maio.
Possui sementes em sua parte interna,
que são envoltas numa polpa branca de sabor ácido.
Esta fruta é muito utilizada para a fabricação
de sucos, sorvetes, geléias, vinhos e licores.

O sabor do cupuaçu á azedo, porém muito suave.
Esta fruta é rica em proteínas, cálcio e fósforo.
Com relação às vitaminas, possui
vitamina A, B1, B2 e C.
Além das vitaminas e sais minerais,
esta fruta é rica em pectina*.

*Pectina: Trata-se de um composto muito importante
para a digestão, uma vez que facilita
a síntese de proteínas e lipídios e regula
a absorção de carboidratos pelo organismo.
Por ser um tipo de fibra alimentar,
a pectina ao ser consumida, forma uma espécie de gel
juntamente com a água, que conterá a gordura consumida,
dificultando a absorção e o armazenamento dessas gorduras.
Além disso, a pectina também é capaz de diminuir
a sensação de fome, o que faz com que o indivíduo
consuma menos calorias, diminuindo as níveis
de colesterol e triglicérides no organismo.

Fontes: http://www.suapesquisa.com/frutas/cupuacu.htm
http://www.infoescola.com/bioquimica/pectina/

Cuba Libre | Bebida Feita à Base de Rum

A história do Cuba Libre é controversa.
Acredita-se que o coquetel surgiu
durante participação americana
na guerra de libertação da ilha de Cuba, em 1898.




Devido às alegações americanas
de que um de seus navios foi sabotado pela Espanha,
os Estados Unidos se envolveram em guerra
contra os espanhóis, auxiliando as colônias
deste império em seu processo de emancipação.

Entre os norte-americanos enviados a Cuba
estava o Capitão Russell, que supostamente
teria levado Coca-Cola para a guerra.

Já em Cuba, Russell teria solicitado
uma dose de Rum e misturado ao refrigerante,
criando assim o Cuba Libre, em referência
ao objetivo de suas tropas na ilha.

As controvérsias com esta versão residem
em fontes que afirmam que a Coca-Cola
só chegaria a Cuba em 1900,
dois anos após o retorno de Russell aos EUA.
Saiba mais sobre a Cuba Libre

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Cuba_Libre

Chutney | Condimento Usado no Sul da Ásia

Chutney é uma palavra inglesa, emprestada do Hindi,
que descreve um condimento usado no sul da Ásia.


Os Chutneys geralmente contêm
uma especiaria e uma mistura de vegetais.



Os Chutneys podem ser húmidos ou secos.
A palavra Hindi Chutney refere-se
às preparações frescas e em conserva,
muitas vezes, adocicadas. Pelo menos,
em várias línguas indígenas do Norte da Índia,
usam a palavra apenas para preparações frescas.

Já em paquistanês (Pickle Acar) aplica-se
a uma conserva, que muitas vezes contêm óleo,
mas raramente são doces. Vinagre ou sumo
de frutas cítricas podem ser também adicionados
como conservantes, ou pode ser usada
a fermentação através da presença
de sal para criar um aroma ácido.
Saiba mais sobre chutney

Fonte: http://catanadanacozinha.blogspot.com.br/2011/06/chutney-o-que-e.html

Rosa do deserto | Verdadeira Rosa de Jericó | Contra Invejas e Mau Olhado.

A rosa do deserto, é uma espécie de selenita.
Portanto, você deverá encontrar
nos livros sobre cristais também como
o nome de selenita rosa do deserto.



Embora esteja arquivada no índice de cristais.
Não é considerada dessa forma. É "somente" uma pedra.

Sua composição é uma formação mineral,
um agregado cristalino, que surge
de um processo específico que envolve
a evaporação da água das chuvas
e a ação da erosão do vento.
Ocorre devido ao acumulo
de partículas de gesso na areia.
Saiba mais sobre a rosa do deserto.

Fonte: http://circulandomagia.blogspot.com.br/2010/09/rosa-do-deserto.html

Cultura maia é mais do que um calendário

Os Maias contribuíram para a arquitetura,
a matemática, a topografia,
a arte têxtil, entre outros




O calendário mais preciso e rico do mundo é apenas
uma - a mais famosa - das contribuições da milenar
cultura Maia à humanidade, segundo especialistas.

Esse calendário, de 18 meses de 20 dias,
além dos cinco dias sagrados, marca
o próximo solstício (21 de dezembro) no Ocidente.

É também o fim de uma contagem longa, de 5.200 anos,
motivo de celebrações com rituais
ancestrais e também de ideias apocalípticas.
Saiba mais sobre os Maias

Fonte: http://noticias.band.uol.com.br/ciencia/noticia/?id=100000561688

Caril de Caranguejo | Culinária Indo-Portuguesa

Caril de caranguejo é um prato típico
da culinária indo-portuguesa de Goa, Damão e Diu,
outrora pertencentes ao Estado Português da Índia.




É também um prato típico de Moçambique,
em virtude da significativa população
de origem goesa existente nesse país.

Tal como o nome indica, trata-se de um prato de caril
preparado com caranguejo, muito abundante na costa de Goa.

Para além do caranguejo, os seus ingredientes incluem
cebola, tomate, piripiri, alho,
cocos inteiros e caril amarelo.

Os cocos são ralados, sendo extraído o seu leite.
O caranguejo pode ser usado cortado em pedaços ou desfiado.
No primeiro caso, é comum ser consumido à mão,
para facilitar a extracção da carne. Em ambos os casos,
o caranguejo previamente cozido é colocado
numa panela a ferver com a maior parte dos ingredientes.

Passado algum tempo, é adicionado o leite dos cocos,
fervendo o prato durante cerca
de 30 minutos para a apurar.

É normalmente servido com arroz branco,
podendo ser complementado com achares e paparis.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Caril_de_caranguejo

Amarula | Licor de Origem Africana

Amarula é um licor de origem africana

preparado com creme de leite
e suco do fruto da árvore maruleira
(Sclerocarya birrea).
Tem 17% de álcool em sua composição.

A Amarula começou a ser comercializada
em forma de licor em setembro de 1989
pela indústria sul-africana



A bebida possui um sabor suave
semelhante ao caramelo.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Amarula

Soja | O Grão Milagroso

A soja é uma pequena maravilha do reino vegetal,

proporcionando inúmeros derivados alimentícios
ricos em nutrientes saudáveis e cujo feijão
também é conhecido como "grão milagroso".



Domesticada pelos chineses há mais de cinco mil anos,
a soja é um dos alimentos mais completos e versáteis
que o homem conhece. Considerada um alimento funcional,
fornece nutrientes ao organismo
e traz benefícios para a saúde.
Saiba mais sobre a soja

Fonte: http://www.sojamac.com.br/soja-beneficios.htm

O que acontece com o organismo quando ficamos sem comer?

De acordo com o site Discovery News,
quando ficamos em jejum por muito tempo
acabamos submetendo o nosso organismo
a um grande e desnecessário estresse.



Durante as primeiras 24 a 48 horas
de privação calórica, o corpo começa
a esgotar o glicogênio
— principal reserva energética
encontrada nas células
— armazenado nos músculos e no fígado.
Saiba mais sobre
O que acontece com o organismo quando ficamos sem comer?

Badjias | Prato Típico de Moçambique

As bajias são tradicionalmente feitas
com a pasta de feijão nhemba (feijão cafreal)
moído na mbenga (alguidar), e é muito popular
na zona sul do país, principalmente em Maputo.




Actualmente já é possível encontrar
nos supermercados uma farinha especial para badijas,
você não precisará de muito trabalho.
Veja a receita original da badjia.

Fonte: Badjias | Gastronomia Mocambicana

Morangos | O Vermelho Contra Radicais Livres

O irresistível morango acumula substâncias
capazes de combater os radicais livres.


É obrigatório para quem quer garantir anos e anos de vida.

Basta sentir o aroma adocicado e a boca se enche de água.
À primeira mordida, uma mescla de sabores
levemente ácidos desperta ainda mais o paladar.

É raro alguém não gostar de morango,
afirma o engenheiro agrônomo Alexandre Hoffmann,
da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária.



Mais do que deliciosa, a fruta
tem uma porção de compostos benéficos.

Um trabalho do Instituto de Pesquisa
em Alimentos da Noruega bota o morango
como um dos alimentos mais ricos
em substâncias antioxidantes, importantíssimas
na queda-de-braço contra os radicais livres,
que formam uma tropa de moléculas capazes
de danificar as células estragos que,
com o tempo, podem até detonar um câncer.
Saiba mais sobre morangos.

Fonte: http://saude.abril.com.br

Água-Marinha | Pedra preciosa

A água-marinha é a variedade preciosa
de cor azul do mineral berilo.
Por sua cor excepcional, é uma gema muito popular.



A bela água-marinha varia de cor,
indo desde o verde-azulado até o mais perfeito
e intenso azul-celeste. Assim como as esmeraldas,
os heliodoros e as morganitas, as águas-marinhas
são uma variedade do mineral berilo.

Trata-se de uma pedra preciosa muito imitada,
usando-se para isso materiais naturais e sintéticos.

Os mais belos exemplares de águas-marinhas
vêm do Brasil, em especial
do Estado de Minas Gerais, rico em minérios.
Saiba mais sobre água marinha.

Fonte: http://www.alumiar.com

Cachupa Rica | Cachupa Pobre | Gastronomia de Cabo Verde.

Cachupa é um prato típico
da gastronomia de Cabo Verde.

Distingue-se entre Cachupa Rica (elaborada com vários tipos de carne),
e Cachupa Pobre (feita apenas com peixe).



A distinção entre os tipos de Cachupa
tem a ver com o facto de a Rica conter carne,
o que torna o prato mais caro,
e apenas acessível à população com mais meios.



Para além da carne ou do peixe, a cachupa
é elaborada com feijão e milho estufados,
servidos, por vezes, separados
dos restantes legumes cozidos.

Entre estes últimos podem contar-se a batata cozida
e a banana cozida. A carne e o peixe podem também
ser servidos em separado,
na mesma travessa dos legumes cozidos.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Cachupa

CAIPIRINHA | A Bebida Típica Brasileira

A caipirinha, segundo a legislação brasileira,
“é a bebida típica brasileira,
exclusivamente elaborada com cachaça, limão e açúcar”.


A sua origem é incerta e a sua história
confunde-se com a da cachaça.

Em meados do século XVI, embora os colonos ignorassem
as frutas da nossa terra, elas eram consumidas
em abundância pelos escravos e índios. Nas festas,
os escravos bebiam a garapa
(suco da cana ainda não fermentado) e misturavam frutas
ou suco das frutas no caldo de cana. Mais tarde,
as festas começaram a ser animadas pela cachaça que,
misturada ao suco das frutas, originou a “batida”.



Como as frutas cítricas davam um saboroso contraste
ao suco de cana, talvez o limão possa ter sido
uma das frutas eleitas para serem misturadas à garapa
– e, mais tarde, à cachaça –, já que o limão
chegou aos engenhos brasileiros nesta época,
introduzido nas Américas por Colombo.

>Mas a cachaça era usada também como remédio
e a caipirinha pode ter nascido a partir
de uma receita simples contra a gripe:
misturava-se à cachaça mel, alho e limão galego
para curar os resfriados. Para aprimorar e adocicar
o poderoso remédio, o mel foi substituído pelo açúcar,
o alho foi retirado da receita e a bebida migrou
dos balcões das farmácias para os dos bares e restaurantes
com o nome de caipirinha. Uma pista de que a caipirinha
possa ter surgido no interior de São Paulo,
no século XVIII, é o uso do termo paulista “caipira”,
que designava a “habitante do campo”. A palavra caipira
tem origem em “caipora”, da língua Tupi,
que significa “habitador do mato”.

Independente de sua origem, a caipirinha
é hoje um drinque conhecido internacionalmente,
incorporado ao nosso folclore e à vida cotidiana,
com propriedade intelectual garantida por lei.
Fonte: http://www.caipirinhaville.com/origem-da-caipirinha/

Chouriço | Chouriço Português

O chouriço é um enchido fumado
preparado com carne e gordura de porco,
com temperos que variam consoante a região,
havendo alguns que têm "Origem Geográfica Protegida"




Normalmente, a carne e gordura temperadas
são introduzidas em tripas finas, que são depois
atadas a intervalos de 30–40 cm; estes chouriços
são separados e ficam com forma circular.

São depois pendurados individualmente no fumeiro,
ficando quando prontos com a forma de ferradura.

As tripas podem ser naturais ou sintéticas,
mas de material de proveniência natural.

Uma variante do chouriço também pode
ser denominada, conforme as regiões, de linguiça.

Há versões deste alimento que são preparadas
com sangue de animais como porcos,
como o chouriço de sangue,
por vezes chamado "chouriço mouro"

Fonte: http://pt.wikipedia.org

Defumação | Fumagem

A defumação (português brasileiro)
ou fumagem (português europeu)
é o processo de expor alguns tipos de alimentos
à fumaça proveniente da queima de partes de plantas,
com o objectivo de os conservar e melhorar o seu sabor.


Os alimentos que frequentemente são defumados
são as carnes, em especial os enchidos,
e certos peixes como por exemplo o salmão.

Os produtos defumados têm boa aceitação no mercado
e são prontos para consumo, não necessitando
de qualquer outra forma de preparo adicional.
Há dois tipos de defumação tradicional: a quente e a frio.



A diferença está na temperatura empregada durante o processo.
A carne defumada a frio é mais saborosa, no entanto,
tem menor vida de prateleira, tal como para o pescado.
A defumação é o processo de conservação mais indicado
para pescados gordurosos, pois a gordura ajuda
na retenção de compostos aromáticos da fumaça,
que além de exercerem a função de conferir sabor
e odor agradáveis, estendem a durabilidade do produto,
evitando a rancificação dos mesmos.

A fumaça também tem efeito bactericida.
O combustível utilizado na queima é a madeira.
O carvalho e o elmo são as mais indicadas,
devendo ser evitadas madeiras resinosas, que dão
sabor desagradável ao produto. A combustão e formação
de substâncias aromáticas desejáveis é afetada
por inúmeros fatores, tais como a estrutura
e espessura da madeira, a profundidade da camada de cinzas
que se forma e o arraste da fumaça pelo ar aquecido.
A combustão não deve ser incompleta, nem excessiva,
pois desse modo não se formarão as substâncias desejadas.
Por isso, é necessária uma queima controlada,
com controle do ar admitido na unidade geradora de fumaça.

Fonte: http://pt.wikipedia.org

Direitos humanos

Os direitos humanos são os direitos e liberdades
básicos de todos os seres humanos.
Normalmente o conceito de direitos humanos
tem a ideia também de liberdade
de pensamento e de expressão,
e a igualdade perante a lei.



A Declaração Universal dos Direitos Humanos
da Organização das Nações Unidas afirma que:
"Todos os seres humanos nascem livres e iguais
em dignidade e em direitos. Dotados de razão
e de consciência, devem agir uns
para com os outros em espírito de fraternidade.
"
Artigo 1º
Saiba mais sobre
os Direitos humanos.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Direitos_humanos

O poder das cores dos alimentos

Quanto mais colorida sua alimentação,
melhor para a sua saúde.

Você já deve ter ouvido isso alguma vez.
Mas será que isso é verdade?



“Sim, a informação está corretíssima.
A alimentaçãocolorida’ diminui em muito
as chances de uma deficiência alimentar.
Mas é bom lembrar que estamos falando
de alimentos que não sejam industrializados.
Saiba mais sobre
O poder das cores dos alimentos

Panetone | O Pão Doce de Natal

O panetone é um alimento tradicional
da época de Natal, de origem milanesa,
do norte da Itália.




Várias lendas tentam explicar a sua origem.
O pão doce de natal possui fragrância
discreta de baunilha e recheio de frutas secas,
tais como damasco, laranja, limão, figo,
maçã, cidra e a uva passa.

Apesar de geralmente ser
associado à cultura milanesa,
tendo a forma alta e mais fina, há também
o panetone piemontês, diferente apenas
por ser mais largo e redondo
Saiba mais sobre o Panetone

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Panetone

As Deliciosas "Tapas" Espanholas

As deliciosas "tapas" espanholas
são tira-gostos que podem ser servidos
frios ou quentes antes das refeições ou,
hoje em dia, até mesmo substituí-las.
E sempre acompanhados por uma boa bebida, é lógico.



Alguns historiadores sustentam
que a palavra "tapa" deriva do verbo tapar
e teria origem em um costume da Idade Média,
em que os copos de vinho eram servidos
com uma fatia de presunto, queijo ou morcela por cima,
para evitar que as insuportáveis moscas
que apareciam no verão caíssem dentro
dos copos de xerez, o delicioso vinho espanhol.

Saiba mais sobre as deliciosas "tapas" espanholas.

Fonte: http://culinaria.terra.com.br

Daiquiri | Drink da Coquetelaria Cubana

É um dos principais drinks da coquetelaria cubana

ao lado do Mojito, o nome Daiquiri é o mesmo nome
de uma praia perto de Santiago de Cuba
e de uma mina de ferro situada na mesma área.



A palavra vem do Taíno, um idioma utilizado
nas Antilhas e Bahamas que veio a ser extinto
depois da colonização espanhola no século XVI.

O drink foi supostamente criado em 1905
em um bar chamado Vênus em Santiago de Cuba,
distante 37 quilômetros da mina
por um grupo de engenheiros americanos.

Entre os engenheiros presentes estavam, Jennings Cox,
(Gerente geral da espano-americana Iron Co.),
J. Francis Linthicum, C. Manning Combs,
George W. Pfeiffer, De Berneire Whitaker,
C. Merritt Holmes and Proctor O. Persing.

A história que persiste é a de que Cox inventou o drink
quando entretinha convidados americanos e ficou sem gim.
Saiba mais sobre o Daiquiri

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Daiquiri

Rabanada | Fatia Dourada | Fatia de Parida

A rabanada é de origem portuguesa.


Em Portugal é tradicional no dia da Consoada.
É uma data muito comemorada pelas famílias portuguesas.
E a data de comemoração é 24 de dezembro, na véspera do natal.



No início a Consoada consistia de uma refeição
leve à base de peixe. Hoje consiste em uma mesa farta,
com presença de bacalhau. A ceia termina com vários
tipos de doces como aletria, rabanada (norte do país),
arroz doce (sul do país) entre outros.

Era conhecida ao norte do rio Mondego por este nome,
já no sul desse rio, era conhecida
como Fatia Dourada ou Fatia de Parida.

Recebeu o nome Fatia de Parida, devido
a história de que as mulheres do campo,
após parirem seus filhos
recebiam como refeição a Rabanada.
Considerada um alimento forte,
que “puxava” o leite para o bebê.
A mulher que se alimentava da Rabanada,
se tornava mais forte e produzia muito leite.

Por conta disso, a Rabanada acabou
virando símbolo de prosperidade e fartura.

No Brasil, a Rabanada por muito tempo
foi considerada uma preparação feita
para aproveitar o pão "dormido” (do dia anterior),
até se tornar uma preparação tradicional do Natal
e festas de fim de ano.

Saiba mais sobre a Rabanada.

Fonte: http://culinariaehistoria.blogspot.com.br

Cuba | A Culinária Cubana

Poucas lembranças ficaram dos hábitos
culinários anteriores à chegada dos espanhóis a Cuba.



Talvez somente os tamales
presentes em grande parte das culturas indígenas da região
guardem traços daquele período:
as folhas de bananeira, de milho ou do inhame, o fubá.

No entanto, costumam vir acompanhados da carne de porco,
que chegou à ilha com os espanhóis.

Ao longo de 400 anos, a cozinha cubana experimentou
sabores que combinavam produtos e costumes
de diferentes culturas. Não há como negar
a importância da influência espanhola na culinária
desta parte do Caribe, assim como o peso
das sucessivas levas de escravos africanos.

Com eles, vieram o quiabo e pratos
característicos de todas as regiões da África.
Saiba mais sobre a culinária cubana.

Fonte: Portal São Francisco

Noz | Nozes | Fruta Tradicionalmente Natalina.

As nozes são, entre outras frutas,
um ancestral componente da ceia natalina,

consumida naturalmente, ou gastronomicamente
utilizada em doces, bebidas, torradas
ou como ingredientes de refeições cruas.

Além disso, ela também é largamente empregada
na estética, já que o óleo retirado das nozes
espremidas é instrumento de fabricação de cosméticos.



Recentemente descobriu-se que esta fruta
tradicionalmente consumida no Natal
é fonte de proteínas que contribuem
para o combate de enfermidades cardiovasculares.

Estudos coordenados por especialistas espanhóis
concluíram que ingerir nozes depois de uma dieta
rica em elementos gordurosos ajuda
a reduzir seus efeitos nocivos.
Saiba mais sobre as Nozes.

Fonte: InfoEscola

Corn Flakes | flocos de cereal | Frosted Flakes | Sucrilhos.

A Verdadeira História dos Corn Flakes da Kellogg's


Em 1894, J.H. Kellogg ouviu falar sobre o trigo Rayado,
um cereal pronto para comer inventado por Henry Perky,
em Denver, Colorado. Assim, J.H. achou que poderia
aperfeiçoar a idéia com seu irmão, e juntos,
começaram a procurar novas formas de alimentos
baseados no trigo. Um dia, enquanto se preparavam
para passar o trigo cozido através dos cilindros
para fazer um purê, foram chamados fora da cozinha.

Depois de dois dias, o trigo estava seco, mas os irmãos
resolveram utilizá-lo assim mesmo para ver
o que aconteceria. O que saiu dos cilindros não foram
as lâminas longas e planas de massa que eles esperavam,
mas sim, flocos muito finos. Cada grão de trigo
havia se achatado e se transformado em um floco de trigo.

Estes flocos, após tostados ficavam
crocantes, leves e saborosos.
Os irmãos Kellogg haviam descoberto acidentalmente,
um novo alimento para o café da manhã.



Ambos deixaram o trigo secar ao deixá-lo repousar,
tal como Kellogg descreveu em
sua patente de 18 de abril de 1896.
Saiba mais sobre
A Verdadeira História dos Corn Flakes da Kellogg's

Fonte: http://www.adventistas.com