Feromônios | Hormônios sexuais

São substâncias químicas que, captadas por animais
de uma mesma espécie, permitem o reconhecimento
mútuo e sexual dos indivíduos


Também conhecidos como feromonas,
os feromônios são hormônios sexuais
que permitem que seres da mesma espécie
se reconheçam e se interajam.

Essas subtâncias são secretadas por mamíferos e insetos
com o objetivo de impulsionar a atração sexual
entre indivíduos intraespecíficos.
O termo foi criado pelos cientistas
Adolf Butenandt e Peter Karlson, que tem origem grega,
pheren = transmitir, hormon = excitar.

Foto: http://pt.wikipedia.org/wiki/Ferom%C3%B4nio


Ganham cada vez mais espaço as pesquisas relacionadas
à utilização de feromônios na agricultura como forma
de controle de infestações de insetos em lavouras.
Essas substâncias são usadas na maioria das vezes
como armadilha, sendo assim, são liberadas
determinadas quantidades de feromônios, o inseto é atraído
e então exterminado por outros meios,
seja químico, biológico ou mesmo físico.

O uso de feromônios como mais um aliado do ser humano
no combate de insetos se faz muito importante
nos dias de hoje, uma vez que os insetos
são os seres vivos que mais competem conosco
em termos de alimentação, sem contar o fato
de serem os vetores de sérias doenças epidemiológicas como
dengue, febre amarela, malária.
Saiba mais sobre feromônios
hormônios sexuais que permitem que seres da mesma espécie
se reconheçam e se interajam.


Fonte:http://www.infoescola.com/bioquimica/feromonios/

Hashi | Varetas utilizadas como talheres

Palitinhos Japoneses


O hashi ou fachi ou ainda
em tradução livre pauzinhos

são as varetas utilizadas como talheres
em parte dos países do Extremo Oriente,
como a China, o Japão, o Vietnã e a Coreia.



Os pauzinhos são usualmente feitos de madeira,
bambu, marfim ou metal, e modernamente de plástico.
O par de pauzinhos é manuseado com a mão direita,
entre o dedo polegar e os dedos
anelar, médio e indicador,
e serve para apanhar pedaços de comida
ou empurrá-los diretamente da tigela para a boca.
saiba mais sobre os hashi
Palitinhos Japoneses


Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Hashi

Rollmops | Petisco típico alemão

Rollmops é um petisco
para acompanhar a cerveja


Um petisco típico alemão,
que é altamente recomendado é o Rollmps.

Este não é um prato para uma refeição principal,
mas um lanche que pode ser ideal
para um bom acompanhamento de cerveja alemã.

Foto: http://alemania.pordescubrir.com/rollmops-aperitivo-a-base-de-areque-para-acompanar-cerveza.html


É um bom prato e saboroso
embora nem todo mundo goste.
Os ingredientes básicos para fazer uma Rollmps
são o arenque, que são cortados em filetes
e utilizado como o principal
ingrediente deste prato.
Saiba mais sobre rollmops
petisco típico alemão


Fonte:
http://alemania.pordescubrir.com/rollmops-aperitivo-a-base-de-areque-para-acompanar-cerveza.html

Umeboshi | Culinária Japonesa

Umeboshi(梅干)
é uma especialidade da culinária japonesa.

É caracterizado pelo seu sabor
forte e muito ácido e salgado

Os umeboshi são ameixas fermentadas
em sal marinho durante mais de dois anos.

As suas propriedades medicinais são indubitáveis:
alcaliniza o sangue, tem efeitos antibióticos e
antisépticos, previne a fadiga atrasa o envelhecimento.

Foto: http://pt.wikipedia.org/wiki/Umeboshi


Deverá ser utilizada em caso de
falta de apetite, diarreia, obstipação,
intoxicação, náuseas, resfriados e gripes.
O vinagre do umeboshi é ideal
para temperos, molhos e condimentos.
Está classificado dentro dos condimentos salgados
tais como o sal, miso, molho de soja ou soyo.
Saiba mais sobre Umeboshi
especialidade da Culinária Japonesa


Fonte: http://nutricionista.com.pt/artigos/umeboshi.jhtml

Flúor | O que é flúor?

O flúor protege e melhora a vista,
combate as cáries dentárias e a piorreia,
e mantém o organismo jovem.


Os alimentos que podem proporcionar flúor são
a beterraba, o alho, os espinafres, os agriões,
a couve-flor, os ovos, o queijo, o leite e o peixe.

O flúor é um mineral natural
encontrado em toda a crosta terrestre
e largamente distribuído pela natureza.


Alguns alimentos contêm flúor,
assim como a água fornecida
por algumas empresas de serviço público.

Foto: http://www.guiadoculturismo.com/o-fluor/


O flúor é geralmente adicionado
à água potável para ajudar a reduzir
a incidência de cáries nos dentes.
Na década de 30, pesquisadores encontraram pessoas
que cresceram bebendo água naturalmente fluoretadas.
Desde então, os estudos têm mostrado repetidamente
que quando o flúor é adicionado
ao suprimento de água da comunidade,
a incidência de cárie diminui.

A Associação Brasileira de Odontologia,
a Organização Mundial de Saúde e o Ministério da Saúde,
dentre muitas outras organizações têm endossado
o uso de flúor nos suprimentos de água,
devido ao seu efeito preventivo contra a cárie.
Saiba mais sobre o que é flúor?

Fonte:
http://www.colgate.com.br/app/CP/BR/OC/Information/Articles/Oral-and-Dental-Health-Basics/Checkups-and-Dental-Procedures/Fluoride/article/What-is-Fluoride.cvsp

Jambalaya | Prato típico de Nova Orleans(New Orleans)

Jambalaya é uma espécie de paella
típica de Nova Orleans e de toda a Louisiana,

em que os principais ingredientes são,
além do arroz, frango,
andouille (um tipo de chouriço de origem francesa),
lagostim de água doce ou camarão, e vegetais,
principalmente pimentão, aipo e cebola,
tomilho e pimenta-caiena.

Foto: http://en.wikipedia.org/wiki/Jambalaya


A cozinha cajun-creole tem a marca da história
da região pela presença de diferentes povos e culturas.
Seus pratos mais representativos são
o gumbo (ensopado com quiabo e camarões) e a jambalaya,
que pode ser feita na versão
creole (com tomate), ou red jambalaya,
e no estilo cajun (sem tomate), ou brown jambalaya.

Em 1682, os creole, exploradores franceses,
instalaram-se em New Orleans.
No século XVIII, os espanhóis assumiram o controle da região
e dos acadianos - habitantes de origem francesa,
vindos da Nova Escócia - que eram chamados
de cajuns pelos índios. Vieram, então,
os italianos da Sicília, negros e mulatos
refugiados do então Haiti e alemães.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Jambalaya

Xixo | Culinária Gaúcha

Cozinha do Rio Grande do Sul

O xixo nada mais é do que um espeto
com tipos variados de carnes e legumes,

muito consumido na região Sul
do Rio Grande do Sul.

Foto: http://aziaavemaria.com.br/tag/xixo-espetinho-justin-bieber-churrasco-grelha-carvao-brasa-mora/


Uma maneira simples de assar
variedades de carnes e legumes e agradar a todos.
A criatividade pode voar alto misturando
tudo o que o bom senso permite:
carne de frango, alcatra,
bacon, filé-mignon e até legumes,
cebola, pimentões e outros.
Após o preparo, grelhe e leve à mesa
com guarnições a seu gosto.

Fonte: http://culinariagaucha.blogspot.com.br/

Lagrima de Apache | Proteção e sorte

As Lágrimas de Apache são excelentes para absorver
as energias negativas e para proteger a aura.

Esta pedra ajuda, também, a entender
as situações de uma forma realística.

Este belo cristal proporciona conforto
nas horas de mágoa, fornece "insights"
sobre a origem do sofrimento e alivia
os ressentimentos guardados há longo tempo.

Esta pedra estimula as habilidades
analíticas e promove o perdão.
As Lágrimas de Apache removem a auto-limitação
e desenvolvem a espontaneidade. Elas fornecem coragem
e força durante os períodos de tristeza
e podem trazer esperança em tempos de desespero.
Elas podem, ainda, desenvolver
a paciência e a paz interior.

Foto: http://purajoia.blogspot.com.br/2011/09/lagrimas-de-apache.html


A lenda das Lágrimas de Apache data de 1870,
quando um grupo de guerreiros Apaches,
que eram minoria numa batalha no alto de uma montanha,
decidiu se jogar dos penhascos ao invés de enfrentar
a derrota e a morte certa diante
dos soldados da cavalaria americana.
Acreditam os Apaches que este cristal
são as lágrimas derramadas
pelas mulheres destes guerreiros.
Saiba mais sobre as Lágrimas de Apache
Proteção e sorte


Fonte:
http://purajoia.blogspot.com.br/2011/09/lagrimas-de-apache.html

Endívia | Hortaliça

Foi conhecida e consumida pelos antigos
egípcios, gregos e romanos
É consumida cozida ou crua, em saladas.


As endívias, uma variedade de chicória,
são cultivadas ao abrigo da luz,
para que fiquem brancas, tenras
e com um sabor amargo característico.

Foto: http://www.cnph.embrapa.br/hortalicasnaweb/endivia.html


Muito consumida na Europa,
seu cultivo no Brasil é recente.
Originária do oeste da Ásia e da Europa,
na região onde hoje se situa a Bélgica,
a endívia pertence à família Asterácea,
portanto é próxima à alface, chicória e almeirão.

É uma hortaliça de fácil digestão, rica em fibras
e como outras folhosas, é pobre em calorias.
Fornece vitaminas como folato
e sais minerais, em especial o potássio.

Fonte:
http://www.cnph.embrapa.br/hortalicasnaweb/endivia.html

Mandacaru | Espécie de cacto do nordeste brasileiro

O mandacaru é uma cactácea nativa do Brasil,

adaptada às condições climáticas do Semiárido.
Conhecida também como cardeiro, a planta alcança
até seis metros de altura e possui
um formato que pode lembrar um candelabro.

O mandacaru é importante para a restauração
de solos degradados, serve como
cerca natural e alimento para os animais.
A planta espinhenta sobrevive às secas devido
à sua grande capacidade de captação e retenção de água.

Espalhando as sementes, as aves e o vento ajudam
no nascimento e crescimento do mandacaru em áreas rurais.
Por conta da ausência de folhas, a espécie não faz sombra
e os espinhos ajudam na defesa diante de animais herbívoros.

Foto: http://www.cerratinga.org.br/mandacaru/


Os frutos e a flor do mandacaru servem
de alimento para aves e abelhas.
A planta é protegida por uma grossa cutícula
que bloqueia a excessiva perda de água.
As flores são brancas e desabrocham à noite,
murchando ao nascer do sol.
O fruto tem cor violeta forte e polpa branca
com sementes pretas minúsculas,
que servem de alimentos para aves da região.
É também comestível para humanos.
Saiba mais sobre o mandacaru
espécie de cacto do nordeste brasileiro


Fonte: http://www.cerratinga.org.br/mandacaru/

Elementais | Elementais da Natureza

Elementais é o nome dado a todo e qualquer
espírito que crê-se existir na natureza.

Todo princípio divino, após emanar-se do "Absoluto",
deve iniciar seu processo de desenvolvimento
incorporando-se à matéria.

Essa incorporação, segundo os princípios
platônicos da Metempsicose acontece
consoante a uma ordem estabelecida.

Foto: http://simbolosft.blogspot.com.br/2013/03/oracao-aos-elementais.html


Os princípios divinos devem iniciar sua jornada
no mundo material incorporando-se
inicialmente ao reino mineral.
Após o aprendizado neste reino, o princípio divino
deve passar ao seguinte estágio, ou seja, ao reino vegetal.
Após concluir o aprendizado do reino vegetal,
o princípio divino deve passar ao estado animal,
e, posteriormente, ao estado humano.

Também são conhecidos como personagens fictícios,
que representam seres da natureza e que seriam capazes
de controlar os elementos e os representar. São eles:

Silfos - os elementais do ar
Salamandras - os elementais do fogo
Ondinas - os elementais da água
Gnomos - os elementais da terra

Saiba mais sobre os Elementais da Natureza.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Elemental