Aurora Boreal | Aurora Polar | Fenômeno óptico

Fenômeno óptico composto de um brilho observado
nos céus noturnos nas regiões polares, em decorrência
do impacto de partículas de vento solar
com a alta atmosfera da Terra, canalizadas
pelo campo magnético terrestre.


Foto: http://www.labcriativo.com.br/aurora-polar/


A Aurora Polar é também conhecida como Aurora Boreal,
no hemisfério norte – ela é assim chamada por Galileu Galilei,
em homenagem à deusa romana do alvorecer, e ao Deus que rege
os ventos do Norte, seu filho, Bóreas -, e Aurora Austral,
no hemisfério sul, designada desta forma pelo navegador inglês
James Cook, ao se referir à sua localização, o Sul.

Este fenômeno, um sublime espetáculo de luzes e cores,
é na verdade um evento inerente ao campo visual, próprio
do espaço polar de nosso Planeta, embora não se limite apenas
à Terra, ocorrendo também em Júpiter, Saturno, Marte e Vênus.

Ele acontece em virtude do choque produzido por
partículas de vento solar no perímetro magnético terrestre.

Geralmente estas luzes se manifestam nos períodos
que vão de setembro a outubro e de março a abril.
Apesar da beleza natural deste processo, ele pode ser
igualmente reproduzido por meio de explosões
nucleares ou em pesquisas laboratoriais.

Fonte: http://www.infoescola.com/fenomenos-opticos/aurora-boreal/

Postar um comentário