30 Anos de SUS.

Quais são os desafios para os próximos anos?

Lá fora, o Brasil é visto como um país de oportunidades,
grandes belezas e um povo acolhedor. Aqui dentro,
é possível notar e conviver com diversos problemas típicos
de uma democracia recém-conquistada. Apesar de
uma história secular, do redescobrimento em 1500 e da
Proclamação da República em 1889, apenas em 1985 o país
abriu as portas para a redemocratização, com
a eleição de Tancredo Neves à presidência,
pondo fim ao regime militar que perdurou durante décadas.
Imagem: https://www.megacurioso.com.br/saude-bem-estar/109433-30-anos-de-sus-quais-sao-os-desafios-para-os-proximos-anos.htm

Tancredo não chegou a tomar posse, já que faleceu poucos dias
antes de isso acontecer. Coube a seu vice, José Sarney,
conduzir o país no processo que culminaria, em 1989,
com as primeiras eleições gerais para toda a população
– incluindo como votantes, pela primeira vez, até mesmo os analfabetos.

Nesse processo, foi promulgada, em 1988, a Constituição Federal
que ficou conhecida como a “Constituição Cidadã”, já que
colocava em primeiro plano todos os brasileiros. Junto com ela,
foi implementado o Sistema Único de Saúde, o SUS,
como forma de atender a uma proposição firmada pela
Organização Mundial da Saúde (OMS) que estipulava
que a saúde deveria ser algo para todos até o ano 2000.

Antes do SUS.

Antes do SUS, a saúde pública passara por maus momentos:
o período militar criou o Instituto Nacional de Previdência Social (INPS)
e, posteriormente, o Instituto Nacional de Assistência Médica
da Previdência Social (INAMPS). O acesso a ambos era bem restrito,
já que apenas contribuintes poderiam ser atendidos por esses serviços.

Ainda assim, os que conseguiam agendamento médico precisavam
lidar com uma medicina voltada apenas para a cura, e não
necessariamente para o tratamento – e, é importante lembrar,
nem todas as enfermidades são curáveis. Naquela época, o
Ministério da Saúde se preocupava mais em ampliar o saneamento
e incentivar as campanhas de vacinação, fazendo com que
a saúde se tornasse cada vez mais sucateada.

Os governos militares investiram em obras grandiosas, como a
Usina de Itaipu, a ponte Rio-Niterói e a Transamazônica – esta última,
apesar de ser a terceira maior rodovia do país, conta com
diversos trechos sem nem sequer uma pavimentação
ou com diversos problemas estruturais.

A criação do SUS.
Em 1986, a 8ª Conferência Nacional de Saúde entrou
para a história por delinear as bases do que viria a ser o SUS:
um sistema universal (acessível a qualquer brasileiro),
integral (que tratasse de prevenção, cura e reabilitação)
e com equidade (prioridade para quem realmente precisa).
Saiba mais sobre os 30 Anos de SUS.
Quais são os desafios para os próximos anos?


Fonte:
https://www.megacurioso.com.br/saude-bem-estar/109433-30-anos-de-sus-quais-sao-os-desafios-para-os-proximos-anos.htm

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Maracujá | Vitaminas, Benefícios e Propriedades

Coco-de-catarro | Coco-baboso | Coco-de-espinho.

Cobre | O Primeiro Metal Usado Pelo Homem